Logo

Ataque a Mauro Iasi e ao PCB atinge toda a esquerda no país

O MM5 repudia com veemência os ataques que vêm sendo realizados pela extrema-direita, por meios virtuais, contra Mauro Iasi, dirigente do PCB. Os ataques — que incluem ofensas e ameaças de agressão e até de morte — foram motivados por uma fala de Iasi durante um congresso sindical, realizado este ano, quando frisou a necessidade de os setores progressistas combaterem as propostas conservadoras e neoliberais apresentadas pelo governo e as posições reacionárias e golpistas da extrema-direita, baseadas no preconceito e no ódio contra os trabalhadores.


A virulência da infame campanha movida contra Iasi e o PCB, baseada no mais odioso anticomunismo, mostra o quanto vêm crescendo as posições fascistas e de extrema-direita em todo o país, colocando para os lutadores socialistas a necessidade tática de se unirem para enfrentar a ascensão do reacionarismo. O que tende a se agravar com o aprofundamento da crise capitalista.

Que não nos enganemos: as ‘soluções’ fascistas e o crescimento do anticomunismo sempre foram, historicamente, as saídas buscadas pela burguesia para as crises de reprodutibilidade do capital.

Inúmeros manifestos de apoio e solidariedade a Mauro Iasi e ao PCB têm surgido, nas redes sociais, por iniciativa de militantes socialistas, organizações políticas e sindicatos de todo o país. O MM5 se junta à defesa do camarada Mauro Iasi, entendendo que o ataque ao dirigente do PCB é parte de uma ofensiva ultrarreacionária movida contra toda a esquerda no país.

Venceremos!


 

 




© Copyright 2011 - 2012 www.mmarxista5.org