Logo

Celebração do golpe é tentativa de intimidação

 Em mais uma prova da impunidade de que goza a extrema direita brasileira encastelada nas Forças Armadas, cerca de oitenta representantes do entulho autoritário reuniram-se no dia 31 de março passado, para assistir a oito deles saltarem de paraquedas na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, em um ato de afronta à memória daqueles que foram presos, torturados e assassinados pela ditadura.

Durante esse voo de condor, ao exibir a faixa com a inscrição “Parabéns, Brasil! 31/03/64”, mais do que fazer da história uma farsa, amparados pela omissão e conivência do governo Dilma Rousseff, os militares tentam intimidar aqueles que vão às ruas cobrar punição pelos crimes que eles cometeram durante a ditadura militar e que até hoje fazem dos trabalhadores vítimas dos órgãos policiais do estado que cotidianamente lançam mão de métodos cada vez mais violentos e sanguinários de repressão à classe trabalhadora.


 

 




© Copyright 2011 - 2012 www.mmarxista5.org