Logo

Por um estado palestino livre e soberano

 

A luta pela criação de um estado palestino soberano é uma demanda já antiga e sangrenta de seu heróico povo. A entrega formal da reivindicação à última plenária da ONU pelo presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, constitui iniciativa importante no cenário de uma conjuntura em que os interesses do sionismo no Oriente Médio sofrem significativo abalo com a ocorrência da chamada Primavera Árabe, que apeou do poder alguns aliados árabes do expansionismo sionista.

IMPÉRIO SIONISTA
Desde 1948, quando a ONU estabeleceu as fronteiras de um estado israelense em terras palestinas, os governos sionistas vem-se apropriando – com o apoio declarado e aberto, político e militar, dos Estados Unidos – de partes progressivamente maiores do território destinado à criação de um estado palestino.

Recentemente intensificou a criação de assentamentos e residências de colonos na Cisjordânia, território destinado pela ONU ao estabelecimento do estado palestino. O primeiro-ministro israelense, o racista sanguinário Benjamin Netanyahu, enfatiza de forma arrogante e prepotente, como todo nazista que se preza, que Jerusalem Oriental jamais será entregue aos palestinos para sediar sua capital, como determina a ONU.

Mas os tempos já se prenunciam outros.

 


 

 




© Copyright 2011 - 2012 www.mmarxista5.org